terça-feira, 24 de agosto de 2010

Do amor

Do amor vem o tripé:
  a paz, o bem, a fé

Do amor, o sentido da existência
Ao amor, deve se curvar a ciência

Do amor menos se deve conter
e mais se deve cantar

Menos se deve comedir
e mais se deve cometer

Pouco se fala -do amor
e mais se deixa de dizer

Do amor 'inda não se amou
tudo o que há pra se viver

Do amor 
vem a esperança da eternidade

Do amor 
vem a força que sustenta a humanidade