segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Indagador


Por que praticar o fanatismo
se felicidade é o equilíbrio?

Por que adiar o "eu te amo"
se tudo está por um fio?

Por que chorar de saudades
se foi raro o teu carinho?

Por que se amargurar pelo erro
se não pedes perdâo?

Por que lamentar a má sorte
se todo o dia é um novo dia?

Por que se armar de prepotência
se sete bilhôes  nós somamos?

Por que caminhar na treva
se a luz norteia e é linda?

Por que negar a Cristo
se amor inspira a cruz?