sexta-feira, 16 de março de 2012

Palavras singelíssimas

Não nos preenche a paz do mundo
Seja a paz para si mesmo

O tempo existe para os recomeços
Na paciência, na confiança...

Os medos antecipam a velhice
O otimismo estica o prazer

Drogas são viagens insanas,
cárceres frios, sujos...

Cada um tem sua singularidade
Cada diferente e seu potencial...

É linda a simplicidade de Jesus,
eternamente inspiradora...

A tristeza, pelo serviço do bem:
todo ser vivo louve ao amor!