quinta-feira, 5 de julho de 2012

Reinaldo, brasileiro sem espaço

Não há vagas para todos,
muitos hão de sobrar...
Quantos vão pilotar rodos,
fora do condicionado ar...
Cabem tantos pés nos lodos,
mas pouco caranguejo pra pegar...
Doutores se diplomarão poucos
Lamentarão todos os outros