quinta-feira, 12 de julho de 2012

Arara-azul-pequena

Seu colorido, nunca mais...
Sua música, nunca mais...
Seu voo e graça, nunca mais...
A extinção e suas consequências,
 ainda não avaliadas...
Dos palmares expulsadas
e nunca mais avistadas...
Nunca mais paz nas consciências!