terça-feira, 28 de agosto de 2012

Pato-mergulhão

Lá vinha o pato, patati, patacolá...
N'água cristal, por aqui e acolá...
Um dia, e ele de volta, quiçá...
Foi a agricultura, irrigação, barragem...
Turismo de aventura, barulho, lixo...
Turvaram o remanso, seu nicho...
Não enxergou sua presa, o bicho...
Patati ele vem, em miragem...