segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Rabo-de-junco-de-bico-laranja


Ave monogâmica,
de graça magnânima,
de beleza magnífica...
Ave esmorecida...
São turistas truculentos,
são ventos turbulentos,
são tempos mui cruentos,
da nossa mão atrevida...