segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Tesourão-pequeno

E sonha, o pequeno tesourão,
com sua Trindade, em sosseguidão:
sua ilha é só estouro de canhão!
É a Marinha, seus treinos militares,
 a infestar mares de pólvora e susto...
E cabras famintas, a devorar arbusto
que serviria de poleiro, ao crepúsculo...
E mais rato e homem, a infestar os ares...