terça-feira, 16 de outubro de 2012

Detalhes do presépio

O menino de ouro, no berço de palha...

A mãe Maria, e seu leite docinho...

O semblante orgulhoso, do pai José...

Despojamento de soberba, dos reis Magos...

Que olhares cândidos, os dos bichos...

Quão esplêndida luz, da estrela que guia...

Mareja nossos olhos e paz transborda...

esse nenê, portador de esperança...