domingo, 4 de novembro de 2012

O Natal já vem...

O Natal vem...
diluir as mágoas,
estancar os vícios...

Vem...
enlaçar as mãos,
sublimar as preces...

Vem, Natal,
demarcar as trilhas,
no meio dos mares...

O Natal vem de novo...
nas ações mais simples,
no partilhar do pão...