domingo, 23 de dezembro de 2012

O Natal vai além...


O Natal transcende
noite  e  tempo
brilho e estrela
poema  e canção
luxúria e desatino

O Natal transpõe
prenda e  festa
tristeza e  saudade
consumo e  impulso
montanha e  vento

O Natal transpassa
frieza e egoísmo
desesperança e lágrima
deserto e solidão
algazarra e gula

O Natal ultrapassa
pormenores e detalhes
símbolos e sinais
os triunfos breves
as minúcias de pouco valor

O Natal vai além
dos ornatos, dos diamantes
da descrença, do desespero
da não paz
do não amor

O Natal vai além da lenda...

O Natal vai além dessa terra, desse chão...

O Natal vai muito mais além...