domingo, 13 de janeiro de 2013

Agulha no palheiro

Não procures no face
por altivas atitudes
Acharás o vácuo
das altitudes

Não procures no face
cura para as dores
Depararás apenas
-arco-íris sem cores

Não ouse achar amor
em perfis maquiados
Conseguirás apenas
avatares clonados

Não sonhes no face
sustento e vestimenta
O néctar é frugal
A luz é cinzenta

Nem procures no face
passar o tempo
-que é de apocalipse
e vento