quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Ateliê do papelão (página)

Aproveitar o papelão, nobreza...
Poupar o arvoredo, bonito...
Manter o aquífero, bendito...
'inda fabricar arte e beleza...

Luminárias, delicadeza...
Movelaria, sem mito...
De papelão, 'té veículo
 -consideração à natureza... 

A celulose, na cooperativa,
põe o prato à mesa,
é economia ativa...

E o labor espanta a tristeza...
E reciclar alegria cativa...
Só do papelão, essa leveza...