segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Aquífero Guarani Merece Socorro Natureza (página)


Água cara, rasa fonte vital!
Manancial de guerra e frescor...
Límpida e clara, raro amor:
estimula o córtex cerebral

Evaporando vai, a água cristal...
Ressecando a vida, ao global calor...
Tenebrosas nuvens, pavor:
chorar secas lágrimas de sal!

Remanescem as águas...as abissais...
Agonizam os rios alquebrados...
Coleções de sapatos são irracionais!

Suga a ambição os solos ressecados...
Queima a ganância as matas virginais...
Tristes as noites, sem lagos enluarados...