domingo, 26 de maio de 2013

 
Aparentemente brilhante esse olhar 
-mas ofuscado no íntimo
Se penetrássemos nessa alma,
poderíamos alegrá-lo  

Aparentemente sereno esse semblante
-mas turbulento  no íntímo
Se penetrássemos nessa alma,
poderíamos iluminá-lo

 
Aparentemente sorridente essa boca
-mas travada no íntímo
Se  penetrássemos nessa alma,
poderíamos  relaxá-la

Aparentemente aberta essa mão
-mas cerrada no íntímo
Se  penetrássemos nessa alma,
poderíamos libertá-la

Aparentemente doce essa palavra
-mas ríspida no íntímo
Se penetrássemos nessa alma,
poderíamos adocicá-la

Aparentemente íntegro esse irmão
-mas desumano no íntímo
Se penetrássemos nessa alma,
poderíamos amá-lo...