quarta-feira, 29 de maio de 2013

Quem consola ao outro, consola a si mesmo...

Ilumine o caminho alheio, iluminando também o teu...

Ocupe o tempo, a alma, o corpo, como fez Jesus...

Recolha-te exausto ao teu leito, de tanto semear paz...

Se tens uma estoria triste, ela não é eterna...

Mas não se fie no tempo, que lentamente se arrasta...

Agarra-te ao teu amigo, aquele de colo quentinho...

Quantos lutam por um fôlego de vida, que nem o teu...

A contemplação da natureza, e a restauração da harmonia...

Continues na missão, como fazem os pássaros...