quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Natal paradoxal

Tá paradoxal esse Natal
em meio às notícias
do telejornal:

cidade esvaziada, 
vazamento amoniacal

O cidadão, que na hora errada...
Mas qual seria a hora ideal?

Piratas em alto-mar
como no medieval...

(Natal paradoxal)

de alimento envenenado
com agrotóxico legal

do real inflacionado
comprando só sonrisal

da educação caindo
Sobe a rede social

Tá paradoxal
esse Natal!

A luz que nos foi herdada
se esvai, como grão no pombal

A cruz, de sangue manchada,
não lhe comove, ó estátua de sal

Se não aprende o homem, 
com seu passado, de canibal

É, tá paradoxal
esse Natal...