domingo, 20 de outubro de 2013

Salve, Jesus!

Que se veste de humilde
para revelar a glória...

Que se reveste de humano 
para ver amor nos olhos...

Que se deita em presépio,
nos presentear doçura...

Que pela manhã, broto,
e a tarde, grande carvalho...

Que brilha sol eterno
para iluminar a lua...

Que tem manto de ouro
mas prefere os pés descalços...

Que descende da realeza,
mas habita entre os pobres... 

Que nasce para morrer
na missão de estrela-guia...