domingo, 20 de outubro de 2013

Poema de Natal dos dois pês

Caminho uno da humanidade:
perdão, piedade

Apesar de tanta modernidade
'inda há perdão... e piedade

O Natal traz essa raridade
-perdão, piedade

Jesus e sua finalidade:
perdão, piedade

Mais suavidade, mais sonoridade
Mais perdão, mais piedade

Vida e poema, na idealidade
-perdão e piedade

A rima é pobre, mas na docilidade
Perdão, piedade

Essa paridade que se faz canção:
pidade, perdão