domingo, 27 de outubro de 2013

Poema diferente para o Natal

Feliz Natal, Natal feliz,
me lembra a música da Elis:
viver... e não ter a vergonha de ser feliz
Aí me avisam, é outro quem diz...

Feliz Natal, Natal feliz,
só se for pra libertar o perdiz,
só se for pra alimentar o menino infeliz, 
que só come raiz...

Feliz Natal, Feliz Natal,
incomensuráveis rimas com al,
tão fácil poemar o Natal,
pois tudo tende fraternal

Feliz Natal, Feliz Natal,
com o dicio de rimas: minha nau
Imagina Castro Alves, poeta social
com esse fabuloso instrumental?

Mas é o assunto Feliz Natal,
a rixa de Jesus e Nicolau,
a luta entre comercial, 'spiritual...
Vencerá o amor a batalha final