terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Natal na enchente

Rios que caem do céu
e brotam do asfalto...
O firmamento azul-cobalto,
vestiu lúgubre breu...

A noite do pão-de-mel
em sobressalto...
O jantar mais lauto,
boiando ao léu...

No Sudeste alagado,
Jesus nascesse:
hepatite infectado

Se o Natal ' benesse...
Se o sol ' desnublado...
Se o rio descesse...