segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Natal rural

Natal sob canto
do uirapuru...
Melhor que passear 
na zona sul

Das trilhas da mata
vem a felicidade
(não do asfalto quente
da cidade)

Natal sob barulhim
de chuva...
Colher pro amor
doce uva...

Menos vaidade,
material paixão...
O céu não aprovaria
essa ilusão

de trocar lindezas
pelo shopping lotado
O Pai não optaria
ar virulado...

Natal natural,
próximo ao genuíno...
Do leite materno
provou o Menino

Natal de orvalho,
o bosque exalou...
Lírio formoso
Maria gerou

Natal singelo
nos deixou José...
Tão pastoril,
vila de Nazaré...

O sonho do vigor,
da alegria matinal...
Utopias de amor,
de Natal...