quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

O Natal do Marechal Rondon

Natal passado
às noites enluaradas...

Natal (se foi Natal),
nos sertões cavalgados...

Nas terras tropicais,
Natal em meio...

aos Terenas, Borôros, Guanás
e seus guaranás...

Natal (se lembrado)
traçando mapas,

corrigindo traçados de rios,
instalando telégrafos...

No Natal, um bom dia
pra vigiar fronteiras...

Natal, que bela noite
pra abrir caminhos...

Passar o Natal
a serviço dos povos...

Comemorar o Natal
travando a paz...

Natal, esse tempo:
desbravar as terras...

Natal, tempo comum:
instalar ferrovias...

Amar o Brasil
no Natal, todo dia...

À serviço da pátria,
foram trinta Natais...

Missionário valente,
esqueceremos jamais!