sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Na real

Gran' momento, eis o dia...
Ou amanhã, quem saberia...
Dizer-lhe adeus, ó Zeus meu...
Guardar meu sonho em museu...

Tão tolinhas, todas nós...
Crer que o tempo veloz, 
algoz...Aduzirá de volta
Dileta águia sem rota...

Então vá, ó cavalo de fogo!
Prossiga fazendo seu jogo:
levar o que nunca foi meu...

Mulheres bobas, mais eu...
Esperar no que já é pó
(ou rimar amor com jiló)