segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Aceitação

Sim, o início do fim, aceitarei...
Resignar-me-ei 
e o deixarei partir, afinal
(mas só depois do Natal)

Enquanto há vida,
pinga esperança...
Que teimosa criança,
toda mulher atrevida!

Esquema perfeito 
de rima, nem ligo...
Se o ar rarefeito,

seus passos não sigo...
Não, ainda não preparada...
Aceitação? Que nada!