sábado, 26 de abril de 2014

O que leva a viúva a correr atrás da bola?

O seguinte cenário
tracemos no imaginário:

a mãe e seu filhinho
brincando de cabritinho...

No campo verdejante,
talvez lamaçante...

Fazendo lançamentos,
não disse lamentos...

Pipocando a bola,
livre do cartola...

A vida leve segue,
o som é reggae...

Driblando a tristeza,
perto da natureza...

Pulando e sorrindo,
o banzo excluindo...

Mãe se fazendo pai...
E isso distrai

duma saudade dura
que a bola cura

E a pipa, e o passeio
É amor-bombardeio

Cabeceando a brazuca,
massageando a nuca...

A mãe e seu filhinho,
brincando de cabritinho...