sexta-feira, 23 de maio de 2014

O que levou o jogador Rivaldo a correr atrás da bola?

Pra manter vivos
os sonhos...

Sonhos vivos
lutados, suados...

Devotar-se a eles,
desde a infância sofrida...

Fazer da bola,
extensão do corpo...

Da bola,
oportunidade da vida...

Não sonhar pra lua,

pôr sonhos nos pés...

O Rivaldo do Brasil,
que 25 km andava...

Até seu Clube:
era início de carreira

Era quente o sol,

era fria a chuva...

Era difícil o tempo,

e desistir fácil era...

Quem o Rivaldo?
O poema lhe explica:

O que voou águia,
o que bailou na grama...

Canto de canarinho,
encantos do mar...

Foi o pequeno,
que venceu o grande...

Foi o fraco,
que venceu o forte...

Um menino,
mudou seu destino...

Um Brasil,
em pele varonil...

Ele,
quem reinventou futebol...

Ele, 
quem recriou confiança...