sexta-feira, 4 de julho de 2014

O que levou a seleção da Argélia de 2014 a correr atrás da bola?

Dar bom exemplo,
nos dar bom futebol...

A Argélia,
que grata surpresa...

A Argélia,
seleção cativante...

Despachou a Rússia,
atropelou a Coréia...

Recebidos co'alegria,
na Áfricamiga...

Avançaram pras oitavas,
deram pra Alemanha

um trabalhão danado,
que azarão Argélia!

(O verso já partindo
pra rima que, provindo

duma linda história:
guardarás na memória)

Mas o que nos encantou
nessa seleção, 

da Argélia, em questão,
meu coração,

não, não sua heroica
classificação...

O que nos seduziu 
na seleção argelina,

lhe conto agora,
ó menino e menina:

a seleção da bonita
capital de Argel,

ó leitor dos olhos
doces de mel,

doou pra Gaza sua grana
(diferente de Gana)

A Gaza, da população
carente de amor e pão...

E uma pomba da paz
revoou então...

Que seleção especial,
de Islã e gás natural...

Que gente humanitária,
que esperança espalha...

Abriu mão do prêmio da FIFA,
elevando-se a Califa!