terça-feira, 15 de julho de 2014

Visitante nº 6

Peço-lhe perdão, ó Altíssimo,
trazer-lhe um suspiro íntimo...
Murmúrios de águas passadas,
sussurros de águias revoadas...
Peço-lhe perdão, ó meu Jesus,
se minha presença ausência 
reluz...
Tudo efemeridade!
Eu sou a brevidade da aura...
Eu sou a Saudade