segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Mais uma faceta
de José de Anchieta
vem revelar o poema...

Dilema meu é este,
como escrever verso que preste
sobre o Mestre do Mestre?

Teatrólogo, poeta, historiador,
gramático, professor...
Dos índios, mor defensor

Anchieta, que homem, que Deus!
Que ao final dos anos seus,
caminhava, benza a Deus...

As costas era uma curva;
a visão, turva,
sob sol e chuva, a base d'uva,

De Vitória a Reritiba,
passando por Setiba,
e de Guarápa arriba,

andarilho sem cansaço!
Os índios, seu cangaço,
tudo descalço,

lá vai Anchieta...
Mais essa faceta, ó Julieta:
o Anchieta

Maior atleta do meu vil
Maior atleta do meu Brasil
Maior atleta, com seu cantil

andando, caminhando,
andarilhando...'pera aí,
'inda cantarolando?