sábado, 11 de julho de 2015

Mar-mor
Mar-cor

Marmoluz
Mar mar...

Teus veios,
minhas veias,

ó Mármore!

Tuas estrias,
e as minhas,

ó Mármore!

Tuas formas de neurônios,
ó Mármore!

Tua vida,
e as nossas...

Tua trama,
nosso drama,

Mármore...

Alvo Carrara,
pro ocaso pleno,

ó Marmoluz!