segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Natal utópico

Que Natal seja Deus
revelando Sua força

mão que salva refugiado
pelo marzão agitado

Que Natal seja Deus
não demore, seja agora

erga da cama o doente
cujo tumor o devora

Que Natal seja o dia
do tempo presente

chuva de bênçãos
chuva, literalmente

Que Natal seja uma linda 
Noite Feliz

vencendo essa idéia 
de que tudo, por um triz

Que Natal seja o que 
dele se espera: milagre

consciência nas corruptas
cabeças-de-bagre

Que Natal fosse um tempo
ao menos, reflexão

os homens em demos,
tem cabimento não!