quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Retrospectiva Brasil 2015

Ano pré-olímpico,
homo sapiens frívolo...

Ano do fogo amigo,
inimigo cínico...

Foi o ano da cabra,
e de cabra macabro...

Sem abracadabra,
mas mui pé de cabra...

Foi ano de energia
consumir salário...

Esse ano, todo ano
pobre público erário...

Foi ano de secar
Cantareira e mar...

O ar rarefeito,
mas foi bom pro Neymar...

Brasil, meu Brasil
-na tevê bonito

Pão de açúcar, samba
-Tietê aflito

Disseram marolinha,
mas olho do furacão...

El Nino crescido
Cuspiu fogo o dragão...

O PIB pibinho
do diplomata anão...

Mas na virada do ano
a grande mídia não

nenhum lume de Sócrates,
de reflexão...

Mais um zilhão de selfies,
retratando humanidade

que gira sobre si mesma,
gerando massiva vaidade...

Lama sob lama,
Planalto e Gerais...

O Brasil no poço
O fundo, sempre mais...