quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

economia de guerra

"Esqueci" de pegar as contas
na caixinha dos correios...
Sabotei assim os aperreios,
ta difícil segurar as pontas !

Eu cortei o atum das lontras,
e sabe onde eu botei os freios?
Em meus sonhos de veraneios,
na Ilha-do-faz-de-conta...

Na terra do pibinho anão,
eu comi o farelo do pombo,
chupei manga esse ano não...

Paguei o quiproquó do rombo,
enquanto os dos três oitão,
seus pés-de-meia num Congo...