domingo, 7 de fevereiro de 2016

Patrimônio maior

Trabalho honesto,
lírio mais lindo...
Alegria n'alma
ao dia findo...

No país corrupto
o trabalho digno
Impressiona-nos,
doce tamarindo...

Gente que cria
diletos meninos
Co' suor e canto,
eu ouço 'té sinos...

É trampo honesto,
consciência tinindo...
Madrugam altivas,
as mãos erigindo...

Valores da nação,
o bem incluindo...
Unhas sujas estão,
e os lábios, sorrindo...