quarta-feira, 9 de março de 2016

Paneleiras do Brasil

Permita-me, 
ó Paneleiras de Goiabeiras,
mas as outras Gameleiras...

Sem certificado de IPHAN,
sem selo de procedência,
nem divina providência...

Pelo Brasil afora,
Paneleiras fora da mídia,
Paneleiras sem memória...

São confrarias,
são opacas estrelas,
sem curadorias...

Toda Paneleira mais-valia,
mais alta afeição...

Mereceriam, Penha e Maria,
nas redes, virilização..

Apoio governamental,
turismo, cunho cultural...

Agregar valor, suporte,
pois portentoso o pote!

Toda Paneleira, toda guerreira...

Paneleiras carentes,
em olvidados quilombos...

Seus congos deslembrados,
desdenhados pelo povo...

São tradições de cultura,
são raízes que ventura,

nos representam genuínas:
as Louceiras do Maruanum;
ou d'alguma Minas...