terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Aprendi com o Ruschi

A floresta é minha rua...
Fiel amiga, minha lua

Seres simples, quanto mais...
Na sua missão, contumaz

O colibri é meu senhor:
brota a mata do teu labor

Os homens são humanos...
Por água clamamos!

As matas mais lucrativas,
valem mais, protegidas...

Uma cidade, pode ' beleza...
Pode ser Santa Teresa

A humanidade é um momento...
A natureza, um monumento

Se semeou-se, colher-se-á...
O pinho se seculizará